Stuart Hall: tributo a um autor que revolucionou as discussões em educação no Brasil

Stuart Hall é um gigante intelectual da contemporaneidade (Douglas Kellner, contracapa de Rojek, 2003).O mito de origem dos Estudos Culturais reza que Stuart Hall é seu pai (Liv Sovik – Sovik, 2003, p. 9).[…] era um herói, um homem negro que superou os limites impostos pelo racismo e foi um dos maiores teóricos culturais de sua geração (Diane Abott apud Butler, 2014, p. A14).[…] personagem pública apreciada por sua pedagogia e reconhecida por seu carisma, muito ouvido, lido e comentado no mundo inteiro, traduzido em alemão, italiano, espanhol e também em chinês, Stuart Hall encarna uma figura rara no mundo anglo-saxão: aquela do ‘intelectual’2(Alizart, 2007, p. 11).O [pensamento] de Hall pode ser considerado como um pensamento sem garantias3(Restrepo; Walsh; Vich, 2010, p. 10).Ressalta-se que a noção de diáspora figura como central na reflexão de Hall, [sendo] utilizada para mostrar como as identidades culturais se articulam na contemporaneidade. Mas não só seu pensamento traz essa marca, sua própria vivência, seu itinerário, suas posições políticas e intelectuais narram esse encontro entre conjunturas históricas e pessoais (Escosteguy, 2003, p. 65).

Source: Stuart Hall: tributo a um autor que revolucionou as discussões em educação no Brasil