A agricultura urbana tem muitas vantagens sobre o AGRO neoliberal. Pensando nisso a então estudante Marina Palmito, em 2018,  propôs um projeto  de uma Agro-vila que consolidava a junção territorial e a continuidade ambiental do bairro onde ela era moradora – o Villa Flora – em Sumaré, região metropolitana de Campinas, São Paulo.

O estudo das bacias hidrográficas da região possibilitou decidir sobre diversos aspectos importantes, desde o desenho das vias, definição de sistemas de  drenagem até a proposição de uma represa . Esse estudo, gerou um belo espelho d’água, para o qual é proposto, nesta disciplina, um…

Clube Náutico

Villa Flora

Villa Flora é um bairro de sumaré, Campinas, São Paulo, que foi planejado e a ele foi anexado por Marina – para fins de exercício – uma área desocupada lateral direita. Para entender a relação com o contexto  urbano, um primeiro estudo consolidou o conhecimento das características da morfologia urbana existente. utilizando a sintaxe espacial e as diversas centralidades das edificações.

Visão do Villa Flora
InfraWorks: Dados sobre a Vila Agrícola

77

Hectares

140

Média de Pessoas por Hectare

9500

Pessoas nos 3 grandes edifícios

1-2

Monotrilho para população e vias terrestres para logística

Sustentabilidade

Não poderia faltar no conjunto de conceitos a sustentabilidade do projeto, significando que colabora para a diminuição de iniquidades sociais, propõe uma organização comercial sustentável e cuida em preservar a natureza para as gerações vindouras com práticas agrícolas menos ofensivas e uma composição social menos predatória.

Software

Imagem lateral, estudo de movimento de terra (infraworks)
  • Autodesk Infraworks(educacional 3 anos)
  • Autocad Autocad Engenheiro (educacional 3 anos)
  • CityEngine ESRI (educacional 30 dias)
    ARCGIS ESRI (educacional 30 dias)
    TwinMotion (até novembro 2019)